Profissionais nexialistas

“Dentro das empresas acontece exatamente o que imaginou van Vogt sessenta anos atrás na sua ficção futurista. Nem sempre o especialista é quem encontra a saída para problemas específicos, assim como os generalistas também não conseguem resolver todas as equações que surgem no  dia a dia. Mas finalmente descobriu-se que, além do especialista e do generalista, existe o profissional de perfil nexialista, aquele que nem sempre conhece as respostas, mas sabe onde buscá-las, é capaz de conectar pessoas e conhecimentos aparentemente não relacionados e busca encontrar nexo nas informações. Definindo melhor, os nexialistas podem tanto ser especialistas como generalistas, o que os distingue é o fato de serem indivíduos antenados e capazes de ordenar o caos e a confusão que surgem, muitas vezes, em decorrência do excesso de informação e de oportunidades. As empresas lutam por identificar, atrair e reter talentos, mas nem todas se deram conta de que precisam de gente com esse perfil nexialista. Enquanto não tiverem isso bem em mente, vão continuar investindo estritamente em especializações técnicas, deixando de lado ações de desenvolvimento mais abstratas e abrangentes, capazes de fazer, de desenvolver e de fazer emergir os profissionais nexialistas”.

PEREIRA, Milton Luís Figueiredo et al. A nova empresa e os velhos paradigmas. In: Trabalho com significado: o novo capitalismo e a nova empresa: uma visão humanista e nexialista para a nova gestão de pessoas. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2012. p. 9 (Grifo nosso)

Nunca tinha lido o termo “nexialismo” na vida. Comecei a ler o livro e vi que foi um termo retirado de um livro de ficção científica. Sim, literatura. Nunca é muito sábio subestimá-la, nem desprezá-la..

2 pensamentos sobre “Profissionais nexialistas

  1. Pingback: Profissionais nexialistas | Ficção científica literária | Scoop.it

  2. Olá Dora! Muito interessante esse seu achado sobre o Nexialismo, lá em 2012!. Outro dia me deparei com um post no Linkedin de um profissional de RH citando essa palavra. Fiquei curioso, até porque sou fundador da NEXO RH, consultoria que, por ironia do destino (rs) faz o Recrutamento e Seleção de Executivos e é especializada nas áreas de Vendas & Marketing, Engenharia & Supply. Porém, como selecionador, reconheço que só a competência técnica é pouca, partimos dela, porém o profissional deve, mesmo focado em um segmento, ter uma visão abrangente de forma a poder se antenar no que tem na “caixa ao lado” e assim organizar o caos dos dados, identificar oportunidades, enfim, contribuir para o avançar, através do seu trabalho, na sociedade! Muito interessante mesmo! Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s