Traduções sobre taxonomia

Semana passada fui em um encontro no Tea Connection com três amigas bibliotecárias: a Ana, Carol e Bia. Todo mundo saiu do trabalho e foi pra lá, tomar chás gelados frescos, comer comidinhas deliciosas, conversar sobre n coisas e… Falar de trabalho. Não acho cafona falar de trabalho, eu gosto e acho meio bobo quando me recriminam (ou quando eu me auto-recrimino) por isso. Acho importante, mesmo porque fala-se muito pouco sobre o que fazemos. Ou praticamente não se fala. O trabalho fica sempre no operacional, realizamos a entrega e quando menos percebemos estamos cansadas demais para dar dois passos para trás, enxergar a big picture e pensar e discutir sobre todo o processo. Compartilhar, mesmo. É uma parte importante!

Estava conversando sobre isso com a Carol, pois fiz uma pesquisa sobre “taxonomia para e-commerce” na internet e recuperei muita coisa mesmo, interessantes e nem tanto mas absolutamente todas em inglês. Em português, não existe quase nada sobre o termo em específico e é bem difícil também encontrar qualquer coisa sobre taxonomia para projetos ou para internet. O conteúdo que encontrei só pelo termo principal ou tem a ver com biologia ou é extremamente teórico e não trata em nada sobre estudos de caso efetivos, projetos realizados, etc. Pensei que se existe tanto conteúdo em inglês, por que não começar a traduzir isso tudo, inicialmente? Mesmo porque, em relação à escrever conteúdo autoral sobre nossos próprios estudos de caso, é preciso ter certo cuidado para não entrar em questões de decisões de negócio, etc.

Mas de resto: projetos, processos e metodologias, sinceramente não vejo problema algum, pelo contrário. É até interessante que seja compartilhado. A maioria do conteúdo é gringa, nos identificamos com esses conteúdos e acredito que precisamos partir de algum ponto. Criamos então uma lista em conjunto de tradução de artigos que podem nos auxiliar nesse sentido. Alguns serão traduzidos ipsis litteris, em outros apenas nos basearemos para criarmos nossos próprios posts com conteúdo autoral. Acredito que este possa ser um bom começo. À princípio são artigos sobre taxonomia voltadas para arquitetura da informação e e-commerce, mas como as meninas são todas de AI-UX, talvez a temática do conteúdo se expanda com o tempo. O primeiro post que pretendo traduzir é o Retail taxonomy: it’s not taxidermy, and it’s important da Season Hughes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s