Bibliotecários: o marketing digital precisa das habilidades de vocês

por Laurel Norris, para o CMS Wire

A American Library Association (ALA) postou 2,386 empregos de bibliotecários em 2015.

Hoje em dia a ALA nem sempre posta todo trabalho disponível. Mas com o National Center for Education Statistics dizendo que 6,983 pessoas possuíram uma graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação no ano acadêmico de 2012-2013, podemos dizer que existe um desequilíbrio entre o número de graduados e o número de trabalhos bibliotecários tradicionais disponíveis.

Esse desequilibrio contribuiu para que a revista Fortune incluísse a Ciência da Informação como um dos 15 piores graduações para empregos em sua lista de 2016?

Talvez, mas nem tudo está perdido.

Se você possui habilidades modernas de biblioteconomia como desenvolvimento de taxonomia, gestão de sistemas web, análise de dados, arquitetura e literacia da informação, você está qualificado para trabalhar em vários departamentos de marketing.

Pessoas com graduação em Ciência da Informação estão fazendo gestão de conteúdo, dando forma à estratégias de marketing e organizando ativos digitais para companhias no mundo todo.

Como conseguir um trabalho em Marketing com habilidades de biblioteconomia

Os melhores conselhos para bibliotecários que buscam carreira no marketing ou em qualquer outra área, vem da taxonomista do Etsy Jenny Benevento.

“As empresas precisam de um certo conjunto de habilidades e o que acontece é que coincidentemente essas são as habilidades que você tem quando você se forma em biblioteconomia – mas eles não necessariamente colocam a palavra biblioteconomia num anúncio de vaga. Vários bibliotecários esperam até que alguém peça por um bibliotecários ou algo muito específico”, ela explica.

“Uma das principais habilidades bibliotecárias são pesquisa e palavras-chave. Minha recomendação é utilizar essas habilidades e buscar vagas através de palavras-chaves de coisas nas quais você é bom em sites de emprego – não apenas em sites de empregos da área, mas de qualquer área.”

Outro benefício de listas suas habilidades em palavras-chaves está no fato de que talvez você comece a perceber habilidades as quais você não tem – especialmente se esta é uma indústria nova pra você. Para Benevento, é uma oportunidade para expandir. “Talvez você não consiga aquele emprego em específico, mas veja anúncios de vagas e tente perceber que tipos de habilidades são colocadas juntas. Se existem habilidades complementares que você não tem, aprenda-as”.

Ela leva as palavras-chaves um pouco além e usa palavras-chaves que representam suas habilidades em seu perfil no LinkedIn.

“Eu coloco talvez cinco termos para o que eu faço no primeiro parágrafo do meu perfil do LinkedIn, como taxonomia, tesauro e metadados, apenas descrevendo minhas habilidades no máximo de palavras-chave possíveis… Tantas pessoas entram em contato comigo pelo LinkedIn e se você for pensar em quem está realizando buscas no LinkedIn, são recrutadores e head hunters que não necessariamente entendem de metadados ou taxonomia. Eles apenas buscam esses três termos e chamam a primeira pessoa que aparece. Basicamente o que estou dizendo é: use suas habilidades bibliotecárias para aparecer através do SEO”.

O talento da Benevento para se otimizar na busca de recrutadores a levou a uma invejável carreira em marketing, estratégia de conteúdo e taxonomia.

Pensando fora da caixa da biblioteca

Benevento não é a única graduada em biblioteconomia a desenvolver uma carreira fora do papel bibliotecário tradicional. Durante uma discussão que aconteceu no encontro anual de 2016 do Special Libraries Association (SLA), três bibliotecários discutiram suas carreiras como criadores de conteúdo e editores. Vamos das uma olhada em suas carreiras.

Caitlin Nitz é diretora de marketing de conteúdo na agência de estratégia digital Blue State Digital. Depois de concluir biblioteconomia ela começou uma graduação em propaganda, trabalhando para a Association of National Advertisers. Lá era levantou e compilou apresentações de marketing para compartilhar como parte do Marketing Knowledge Center de 9 mil itens. Mais tarde ela atuou como gestora do Centro antes de se mudar para a área de estratégia de conteúdo e então o seu atual papel.

Liz Aviles começou no mundo de marketing e conteúdo em 1999 com “potty postings” na agência de marketing Upshot, onde ela ainda trabalha. Os potty postings eram planilhas de uma página de informações que ela e o time dela compartilhavam nos banheiros. As habilidades de Aviles de curadoria, análise e identificação de informação importante garantiram a ela seu atual papel como vice presidente de inteligência de marketing.

Hillary Rengert começou sua carreira como bibliotecária no ramo da rua 96 do sistema de bibliotecas públicas de Nova Iorque. Depois de dois anos, ela se tornou bibliotecária de pesquisa e em 2004 ela se juntou ao eMarketer como pesquisadora sênior. Ela agora é a Vice Presidente de pesquisa da organização.

Onde estão os trabalhos hoje

Ainda sem saber como começar sua busca? As seguintes vagas oferecem boas oportunidades para bibliotecários em marketing. Enquanto essas vagas foram listadas recentemente, incluí uma pequena descrição caso elas sejam encerradas.

  • Gestor de Mídia, Marca, BuzzFeed — Esta vaga é um bom exemplo do que Benevento chama de cluster de habilidades. O BuzzFeed está em busca de alguém com experiência em bibliotecas de bases de dados digitais, arquivos e tagging – e também conhecimento de padrões de dados de vídeos específicos e opções de arquivos. Se você tem as habilidades e interesse em vídeo, procure por oportunidades de estágio ou trabalhos freelance para se preparar para um trabalho assim.
  • Coordenador de Ativos Digitais, Memorial Sloan Kettering Cancer Center — Um papel admnistrativo de ativos digitais clássico, o coordenador de ativos digitais é responsável por gerir copyrights e diretrizes de direitos, determinando e aplicando metadados aos ativos, e apoiando usuários dos mesmos. As habilidades requeridas estão alinhadas com profissionais de biblioteca, como gestão da informação, comunicação e organização.
  • Especialista em Conteúdo Digital, Dignity Health — Esta vaga combina vários conjuntos de habilidades: sistemas de gestão (DAM e sistemas de conteúdo), avaliação analítica, habilidades arquivísticas, gestão de projetos e marketing. Com algumas adições, treinamento em taxonomia, catalogação e auditoria de sistemas é um bom lugar para começar a adicionar mais habilidades em desenvolvimento de conteúdo e métricas.
  • Coordenador de Ativos Digitais, New Balance — A principal responsabilidade do Coordenador de Ativos Digitais é manter o sistema de DAM rodando. Isso inclui administração de usuários, gestão de ativos no sistema, manter a qualidade da marca, atender aos direitos legais dos ativos e fazer relatórios de avaliação.
  • Assistente Técnico em Imagens, The Getty — Embora não seja tecnicamente uma vaga de marketing (e com um museu), eu incluo essa vaga temporária no museu Paul J. Getty Museum porque é um exemplo de como ganhar habilidades complementares. As principais atividades incluem coisas como compilação de arquivos digitais, catalogá-los, aplicar convenções de nomeação e tarefas pós-processamento. Embora conhecimento em Adobe Photoshop e correção digital de cor estejam listadas, nenhuma experiência é necessária. Um ótimo trabalho para começar a construir uma nova habilidade profissionalmente.

Os motivos pelos quais os bibliotecários no mercado deveriam buscar a área de marketing estão bem claros. Habilidades em taxonomia, metadados, sistemas para web, análise de dados, arquitetura e literacia da informação são apenas algumas que você pode oferecer e que possui alta demanda.

Imagem “Librarian” (CC BY-SA 2.0) por valkyrieh116

Um pensamento sobre “Bibliotecários: o marketing digital precisa das habilidades de vocês

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s