Sobre o deslumbramento

Já há algum tempo eu queria fazer um post sobre deslumbramento. Não sabia se o fazia em meu blog pessoal ou por aqui. Ainda não sei bem porque, postá-lo aqui me pareceu mais adequado. O deslumbramento, como um monte de coisas na vida, dependendo para o lado que pende, pode ser bom ou ruim. Sempre fui bastante deslumbrada, talvez porque seja do interior do Brasil. São Paulo pra mim parecia uma cidade infinita e aterrorizante quando eu era mais nova e vinha visitar. É sempre um assombro ver um prédio muito alto, ver prédios muito antigos e pessoas com hábitos diferentes dos seus, mesmo que levemente.

6429617643_62994ef98f_b
Arranha céus da Avenida Paulista, em São Paulo

Já há algum tempo tenho pensado sobre o brilho nos olhos (por falta de termo mais adequado) que o deslumbramento provoca. Brilho nos olhos pode ser muita coisa: ambição, ganância, vontade, inspiração, querer.. Pode ser várias coisas ao mesmo tempo, coisas realmente difíceis de nomear. Uma biblioteca grande, uma quantidade absurda de livros reunida num só lugar, de forma não só adequada, mas bela mesmo, era algo que me enchia os olhos, quando era pequena. Ainda acontece, mas não mais com a mesma afetação de quando nunca se viu nada na vida e se é tão pequena, fisicamente inclusive.

15834763401_462afea5c5_k
Real Gabinete Português de Leitura, no Rio de Janeiro

Tenho tentado rascunhar algumas respostas para o que me causa deslumbre hoje em dia e essa é uma das coisas mais difíceis que tenho empreendido até então. Quero acreditar que isso, esse sentimento, independa de algum contexto mais externo à mim – onde moro, o que faço, coisas que gosto. É ruim pensar que o deslumbre precisa ser necessariamente condicionante. Se as condições precisam ser sempre favoráveis para que exista o deslumbramento, talvez ele seja só mais uma ficção funcional, um entretenimento – e não algo que te transforme, verdadeiramente. Algo que te faça querer não mais, não melhor: mas outra coisa. Que te põe em movimento.

 

 

5002289
Trilha de estrelas, 10 de agosto de 2012, por Daniel Lowe.

Acredito que o deslumbramento pode nos fazer melhor enquanto pessoas uma vez que ele nos remete a um sentimento de insignificância. Da mesma forma que a meditação, através da contemplação, dissolve um pouco do que é o ego. Mas essa insignificância acaba nos remetendo na verdade ao todo, à singularidade, porque querendo ou não, estamos aqui e fazemos parte disso tudo. Então não é tanto uma questão de se deslumbrar com algo externo: com uma coisa, um lugar, uma pessoa, uma ocasião… Quando isso ocorre, na verdade, nos deslumbramos com um espelho de nós mesmos. E do que, principalmente, podemos vir a ser.

Manoel de Barros

“A ciência pode classificar e nomear todos os órgãos de um sabiá
mas não pode medir seus encantos.
A ciência não pode calcular quantos cavalos de força existem
nos encantos de um sabiá.

Quem acumula muita informação perde o condão de adivinhar: divinare.

Os sabiás divinam.”

Perguntas que não calam

Esses dias fui dar uma olhada nas expressões de busca que as pessoas utilizaram nesses últimos 4 anos (na verdade 2, pq comecei a escrever mesmo há 2 anos) e acabaram caindo aqui no blog. Selecionei algumas perguntas mais frequentes e outras nem tanto assim, mas que considerei interessante responder:

leituracomo melhorar leitura   11
como melhorar a leitura            173
como melhorar sua leitura        22
como melhorar a sua leitura      5
melhorar leitura            23
melhorar minha leitura  12
como melhora minha leitura      7
como melhorar minha leitura?   5
como melhorar minha leitura     66
como melhorar a minha leitura  17
Total: 341

Resposta: Lendo. De preferência desde cedo.

Ler parece irresistível.

Já notou que lemos o tempo todo?

Lemos até mesmo coisas que não entendemos (bulas de remédio), não temos o mínimo interesse (frascos de xampú) ou que nem sequer sabemos porque diabos estamos lendo aquilo (dicionários).

A necessidade de leitura está sempre ali: ela só não está sendo suprida devidamente.

Nossos olhos seguem as letras e palavras por onde quer que elas estejam, o tempo todo. Isso é instintivo assim que temos consciência de que somos pessoas alfabetizadas. Nosso cérebro pede por essa decodificação instantâneamente e não temos como impedir ou simplesmente não querer isso. Ler pode ser instintivo, mas não é o suficiente. Não é a toa que analfabetismo funcional é uma realidade. E é justamente combater esse analfabetismo funcional que deveria ser uma das grandes preocupações da nossa profissão.

A dificuldade na leitura vem de uma base educacional muito fraca nesse sentido, em que as pessoas desde que são alfabetizadas aprendem que são obrigadas a ler. O estudo é uma obrigação e muitas vezes temos mesmo que lidar com matérias que não são do nosso interesse. Isso acaba se tornando massante e desinteressante posteriormente (ao longo da vida) e então as pessoas acabam buscando por outras coisas. Ler fica marcado para sempre como uma atividade desinteressante, quando na verdade não é.

Se você não tem coragem de encarar um livro de primeira, leia coisas menores como revistas e jornais. Se você não teve a oportunidade e a sorte de ter sido estimulado a ler desde criança, comece lendo coisas que você gosta e que te interessem mais, talvez gibis, quadrinhos, contos de terror, contos pornográficos, enfim, isso vai de cada pessoa. Depois você naturalmente parte pra outras leituras. Ou não né? rs.

Comentário: Uma das expressões de busca que mais caíram aqui no blog. As pessoas querem ler melhor mas não sabem como. Cadê os bibliotecários?

bibliotecário o que faz  35
bibliotecario o que faz  8
o que faz o bibliotecario           10
o que faz um bibliotecario        58
o que faz um bibliotecário        38
o que faz um bibliotecario?       15
bibliotecaria o que faz  10
o que faz uma bibliotecaria       16
o que faz biblioteconomia         13
o que faz um biblioteconomia   13
o que faz um biblioteconomista 8
quais são os profissionais que trabalham em uma biblioteca 8
Total: 224

Resposta: Acho que já respondi a essa pergunta no post Tipos de Bibliotecários – O que faz um bibliotecário?. É um post bastante frequentado.

Comentário: Acho que as pessoas podem se fazer essa pergunta por simples curiosidade mesmo ou também pra ver as possibilidades de trabalho na área, pra poder decidir se é interessante prestar vestibular. Curioso notar a questão de gênero: as pessoas buscam mais por “o que faz um bibliotecário” do que “o que faz uma bibliotecária”.. Por que será? Será que mais homens tem procurado saber sobre a profissão? Talvez, talvez não. Por último: biblioteconomista não. Bibliotecário ou bibliotecária, apenas. O termo biblioteconomista até pode estar correto, mas definitivamente não é o meu preferido.

bibliotecário o que é     11
o que e bibliotecario     9
o que é bibliotecário     8
o que é bibliotecario     32
o que é um bibliotecario           15
o que é bibliotecaria     12
o que é biblioteconomia           43
Total: 130

Resposta-comentário: Foram poucas as vezes mas também apareceu a pergunta: “quem pode ser bibliotecário?”. In strictu sensu mesmo, bibliotecários e bibliotecárias são pessoas portadoras do diploma de bacharel em Biblioteconomia que, preferencialmente atuam profissionalmente em bibliotecas. Apesar de que: 1. Muitos, depois de graduados, não fazem jus o diploma que tem; 2. Nem todo bacharel em biblioteconomia trabalha necessariamente em biblioteca.

Referente a concursos públicos, me parece que para vagas de bibliotecário / bibliotecária, apenas portadores do diploma de bacharel em biblioteconomia podem tomar posse do cargo. E bem, a princípio, pra trabalhar em bibliotecas de qualquer tipo a pessoa deveria ser formada em biblioteconomia, embora a realidade não seja bem essa.

Também aparece muitas vezes a pergunta “bibliotecário só trabalha em biblioteca?”. Bem, essa não é uma regra, muitos bibliotecários procuram por campos de atuação relacionados, envolvendo-se com editoras, publicações, com comunicação e áreas correlatas, com setores administrativos de grandes empresas, etc. Nem todo bibliotecário trabalha necessariamente em bibliotecas, mas fica uma dica: se você detesta bibliotecas, sugiro sinceramente que você procure outro curso ou qualquer outra coisa pra fazer da sua vida.

fonte boa para leitura 9
melhor letra para livro 11
melhor fonte para livro 11
qual é a melhor fonte para leitura 9
Total: 40

Resposta-comentário: Depende do seu objetivo. Leitura onde? Na tela? Num e-book? Papel impresso? O texto é longo? Geralmente estas expressões caem no post: Quais as melhores fontes para ler em pdf? E em livro/papel impresso?

o que se faz numa biblioteca 10

Resposta-comentário: Lê jornais, revistas. Dorme no puffe. Lê livros, depois os leva pra casa. Faz cursos. Toma um cafézinho da máquina. Procura sobre qualquer coisa na Internet. Pede ajuda pra aprender a mexer em um programa. Dorme na mesa. Conversa com colegas.  Procura emprego e oportunidades. Conta histórias. Crianças ouvem histórias. Dá idéia para cursos, palestras, debates, exposições. Pega um filme em DVD pra levar pra casa. Joga xadrez, dominó e outros jogos. Joga qualquer tipo de RPG. Estuda pro vestibular. Discute política. Se reúne com amigos. Faz pesquisas muito refinadas em bases de dados do mundo inteiro. Pede ajuda pra fazer uma pesquisa. Dorme entre as estantes. Debate literatura. Se reúne com o grupo de pesquisa. Cria comunidades. Faz pesquisa sobre qualquer coisa (qualquer coisa mesmo). Estuda pro concurso. [Em centros culturais] Vê exposições, shows, concertos, filmes, peças de teatro. Joga conversa fora. Conhece gente nova. Cria significado.

Em uma biblioteca se pode fazer tudo e nada

19142385